Marketing Pessoal

Marketing Pessoal

Você tem nas mãos um excelente exemplo de marketing. A nossa página  chega à internet com metas, propósitos e objetivos; com foco em seu mais valioso patrimônio: VOCÊ,  o leitor; ela surge da inspiração de uma visão de mundo onde, ao cumprir a sua missão, fará com certeza a diferença na vida de todos os envolvidos em sua existência. Seus empreendedores, possuídos pelo ideal motivador, formularam perguntas importantes para que identificasse os passos necessários em direção a estrada do sucesso. E tudo se torna possível graças às respostas geradas nas pesquisas de viabilidade, feitas em nome da excelência.
No tradicional marketing existem os famosos 4 P’s: produto, praça, preço e promoção. Dr. Ômar Souki, Ph.D. em Comunicação pela Universidade de Ohio, nos revela em seus livros um outro P, o da paixão, que nos leva a realizar tudo com muita emulação. Correlacionando esses aspectos para o marketing pessoal, podemos caraterizar da seguinte maneira: você é um produto, que para ser consumido, deve estar em seu ponto, com boa visibilidade, evidenciando seu valor e  seus benefícios.
Sejamos práticos. Identifique suas praças de atuação, ou seja, as áreas da sua vida ex: profissional, familiar, social, etc. Para cada área estabeleça um objetivo com data de realização (isto é transformar sonhos em metas). Saiba que, para cada área de atuação, você desempenha um ou mais papéis.  São os papéis que J. L. Moreno, o pai do Psicodrama, nos fala em sua Teoria dos Papéis.  Para cada papel que você desempenha há um correspondente, por exemplo, se você é pai, alguém é filho; se você é esposa, alguém é marido;  se você é empregado, alguém é chefe. Faça uma lista que identifique os seus papéis pelas áreas.
Pessoas são mais importantes que qualquer coisa, em qualquer marketing.  Procure perceber qual a imagem que você precisa passar para os consumidores de cada área, ou seja, seus amigos, familiares, vizinhos, colegas de estudos e de trabalho e vá um pouco mais longe. Descubra se eles percebem você do jeito que você gostaria de ser percebido, se o que você dá é o que eles recebem. Você é o resultado das perguntas que se faz. Com qual parte de si mesmo, você quer viver o resto da sua vida? Como você pode encantar a vida das pessoas? O que faria de graça com a maior alegria? Qual a sua visão de mundo? Que missão você assume com entusiasmo? Como você pretende impactar a vida dos seus consumidores? E qual será seu diferencial em relação a concorrência?
Marketing Pessoal começa quando você se flexibiliza a perceber novos conceitos para a sua realização. A matéria prima do progresso é o novo, e você deve enxergá-lo com olhos novos. De nada adiantará a vida lhe mostrar o novo se você continuar com as antigas visões. O ovo, quando quebrado, de fora para dentro, muitas coisas gostosas com ele podemos fazer: omeletes, bolos,  empanados, enfim uma variedade de guloseimas, mas só quando ele se quebra de dentro para fora é que surge a vida. A  nova  vida. Resultado do seu esforço próprio.
O que é a morte para a lagarta é a borboleta para o mestre! Esse é o seu desafio. Seu marketing pessoal começa quando você começa a sua revolução pessoal. Descubra os princípios que vão nortear sua caminhada na estrada do sucesso. Pergunte-se, por qual lei vivo? Suba sua montanha e escute a voz do seu interior ditando-lhe as leis que regerão sua vida, sua missão.
Permita-se a visão do seu futuro. Perceba que caminhar na via do marketing pessoal é realizar um pacto com sua própria vida. É causar impacto nas pessoas. É encantar sua vida, pela transformação de todos a sua volta.  É o máximo da excelência.

Até breve e contem comigo!!!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*